Topo Ir para conteúdo

Site Autárquico de Beja

Convidados(Em construção)

 

       

CONFERÊNCIA
26 Agosto | 18h30
Auditório do Coreto

A palavra, que futuro?
Eduardo Sá (PT)
Afonso Cruz (PT)
Ana Daniela Soares (PT)
Leitura de texto do investigador José Morais (PT)
Moderação: Jorge Serafim (PT)


Nota Biográfica

Afonso Cruz é escritor e artista multidisciplinar, nascido em 1971, na Figueira da Foz.

Tem mais de trinta livros publicados entre romances, novelas, teatro, poesia, álbuns ilustrados, ensaio e não-ficção. Recebeu vários prémios pelos seus livros, cujos direitos estão vendidos para mais de vinte línguas.

 

       

 

   

CONFERÊNCIA
26 Agosto | 18h30
Auditório do Coreto

A palavra, que futuro?
Eduardo Sá (PT)
Afonso Cruz (PT)
Ana Daniela Soares (PT)
Moderação: Jorge Serafim (PT)

 

 

Nota Biográfica

Ana Daniela Soares Ferreira nasceu em Aveiro. É licenciada em Enfermagem e Ciências da Comunicação.

Jornalista, é autora e coordenadora de programas de divulgação literária como Todas as Palavras (RTP 3) e À Volta dos Livros (Antena 1). 

Autora do livro Cobras, lagartos e baratas. Os melhores amigos do homem?, editado pela Fundação Francisco Manuel dos Santos sobre animais de estimação exóticos e tráfico de vida selvagem.

Colaboradora do Diário de Notícias, onde publica reportagens sobre biodiversidade.

 

     

OFICINA
27 Agosto | 14h30 - 17h30
Seminário Diocesano de Beja


Bibliodiversidade: um espelho e uma janela: l
eitura e mediação através de um caso prático
Em colaboração com a Acesso Cultura, Associação Cultural
Ver +

 

Nota Biográfica

Andreia Brites é mediadora da leitura, concebendo e realizando ações de promoção da leitura com adolescentes, professores e pais em Bibliotecas Municipais e Escolas, desde 2004. Especializou-se em projetos com o público adolescente, nomeadamente em clubes de leitura. Colabora com o Plano Nacional de Leitura na área de Livros Juvenis e mediação leitora. Participou como mediadora de leitura em dois projetos financiados pelo Creative Europe: Every Story Matters e Read On. Colaborou com a revista Os meus livros, na área da Poesia e da Literatura Infantil e Juvenil (2005-2011).


Manteve o blogue O Bicho dos Livros (www.obichodoslivros.blogspot.com), sobre promoção da leitura e livros infantis e juvenis, entre 2006 e 2018. Edita a secção de literatura infantojuvenil da revista digital Blimunda, da Fundação José Saramago, desde 2012.

Acredita que as Bibliotecas são um paradigma da democracia.

 

     

PÔR-DO-SOL DE CONTOS
28 Agosto | 18h00
Auditório do Coreto

Tâmara Bezerra (BR)
Bru Junça (PT)
Bruno Batista (PT)
Tradução em Língua Gestual Portuguesa
com Tânia Costa e Tânia Lopes

 

Nota Biográfica

Bruno Batista tem 42 anos e é licenciado em Animação Cultural e Educação Comunitária. O seu trabalho divide-se entre a representação, a narração de histórias, a mediação do livro, a Animação Sociocultural e a formação.

Como contador de histórias tem mais de 1000 sessões realizadas no país para todos os públicos, para todas as idades, participando em vários festivais, feiras do livro, sessões em livrarias, escolas, bibliotecas, semanas da leitura e no Concurso Nacional de Leitura através da DGLAB. Além disto é embaixador da Editora Livros Horizonte e colaborador com algumas livrarias independentes. Colabora atualmente com a Biblioteca Municipal da Moita num trabalho de continuidade.
As suas sessões são adaptadas a cada público e a cada contexto. O seu reportório é composto por contos tradicionais, pessoais, de autor, com ou sem o recurso aos álbuns ilustrados e com uso e manipulação de objetos simbólicos.

Como formador certificado realiza workshops de narração oral e de promoção do livro e da leitura pelo país em bibliotecas, universidades, associações e escolas. Foi também professor do ensino profissional durante 8 anos, lecionando as disciplinas e de Animação Sociocultural e Área de Expressões.

É ainda ator desde os 15 anos com vários trabalhos no teatro e mais recentemente em televisão e publicidade.

          

              

CONFERÊNCIA
27 Agosto | 11h00
Auditório do coreto 


Ruralidade e Oralidades
Jorge Bacelar (PT)
José Barbieri (PT)
Moderação: Bru Junça (PT)

         

 

 

OFICINA
27 Agosto | 14h30-17h30
Seminário Diocesano de Beja
    
À boca do berço
Bru Junça (PT)
Ver +

          

PÔR-DO-SOL DE CONTOS
28 Agosto | 18H00
Auditório do Coreto

Tâmara Bezerra (BR)
Bru Junça (PT)
Bruno Batista (PT)
Tradução em Língua Gestual Portuguesa
com Tânia Costa e Tânia Lopes

Nota Biográfica

Licenciatura em Educação de Infância. Pós-Graduação em Livro Infantil.

Mediadora de leitura. Contadora de histórias. Participou em vários encontros nacionais e internacionais levando a cabo projectos de promoção e mediação de leitura.

Criadora da marca Conto por Ponto, livros de pano artesanais, partindo do património da tradição oral.


Foto Luís Belo
 

NOITE DE CONTOS
26 Agosto | 
21h30
Auditório do Coreto

Priscila Camargo (BR)
Soledad Fellosa (UY)
Cristina Taquelim (PT)
Matia Losego (IT)
Paulo Condessa (PT)
Tradução em Língua Gestual Portuguesa
com Tânia Costa e Tânia Lopes

OFICINA
28 Agosto | 10h00-13h00
Seminário Diocesano de Beja

Histórias da mulher que lia
Ver +

Nota Biográfica

Nasci em Lagos em 1964 e daí para diante apenas recordo os recomeços, quase sempre felizes.

A Biblioteca de Beja foi durante trinta anos a casa onde cresci profissionalmente buscando utopias e guiada por bons Mestres. Trinta anos iluminada pelas palavras projeto, equipa, semente, transformação, são uma Graça. A vida ensinou-me o significado mais profundo do verso do poeta (…) Só é livre quem liberta. Por isso, sonho com bibliotecas habitadas, crianças felizes e velhos serenos. Por isso, sigo desenhando “lugares” onde em torno das palavras nos juntando para celebrar os dias e as horas: jardins, praças, aldeias e largos.

Dos contos sei que os escuto cada vez melhor. Por ter a cabeça cheia de perguntas, medos, e viver quase sempre deslumbrada com a vida, leio, conto e às vezes escrevo.

 

     

CONFERÊNCIA
28 Agosto | 16h00
Auditório do Coreto

À conversa...sobre a infância e a leitura
Joana Lopes (PT)
Maria do Sameiro Pedro (PT)
Diana Maria Martins (PT)
Moderação: Maria Rita Vieira Pimenta (PT)

 

Nota Biográfica

Diana Maria Martins é professora convidada no IPCA - Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (Escola Superior de Design) e investigadora do Centro de Investigação em Estudos da Criança (CIEC), na Universidade do Minho. É doutorada em Estudos da Criança, na especialidade de Literatura para a Infância, pela Universidade do Minho, com uma tese publicada em livro, em 2021, intitulada O lugar do livro-brinquedo na infância e na literatura: arquitetura, (inter)texturas e outros desafios.

Desenvolve a sua investigação em torno da Literatura para a infância, da educação literária e da ilustração, particularmente dedicada aos livros-objeto e aos livros-brinquedo.

Participa em seminários e conferências periodicamente neste âmbito e publica com regularidade nestas áreas de estudo.

 

 

CONFERÊNCIA
26 Agosto | 18h30
Auditório do Coreto

A palavra, que futuro?
Eduardo Sá (PT)
Afonso Cruz (PT)
Ana Daniela Soares (PT)
Moderação: Jorge Serafim (PT)

Nota Biográfica

Psicólogo, Psicanalista, Escritor. 

Professor da Universidade de Coimbra e do ISPA.

Colaborador do Jornal e da Rádio Observador.

                               

CONFERÊNCIA
27 Agosto | 18h00
Auditório Coreto

Contos: Simbolismos para o século XXI
Ernesto Rodriguez Abad (SP)
Paulo Correia (PT)
Luís Carmelo (PT)
Moderação: Tâmara Bezerra (PT)

 

NOITE DE CONTOS
27 Agosto | 21h30
Auditório do Coreto


Luís Carmelo
Martha Escudero (em castelhano) (MX)
Patrícia Amaral (PT)
Ernesto Rodriguez Abad (em castelhano) (SP)
Fernando Pardal e Serafim (PT)
Tradução em Língua Gestual Portuguesa
com Tânia Costa e Tânia Lopes

Nota Biográfica

Nasceu em 1955 em Los Silos, Tenerife. É professor na Universidade de La Laguna onde estudou Filologia Hispânica e Filologia Francesa. Estudou também Literatura e Teatro em França, Itália e Tunísia.

Foi ainda muito pequeno que sentiu despertar o amor pela literatura. Os contos orais, as histórias do povo, as canções e o cinema forjaram a paixão pela palavra.  Participou em seminário cursos, conferências e em festivais em universidades espanholas e estrangeiras.

Participou ao longo dos anos em diversas experiências de formação de leitores na América e nas Canárias, tendo formado clubes de leitura e tertúlias literárias para trabalhar a leitura nas bibliotecas, centros culturais e também no Centro Penitenciário de Tenerife, de forma a contribuir para a integração dos reclusos através da criatividade e a da cultura.

O seu amor pela palavra fez com que criasse e organizasse diversas atividades para trabalhar a leitura com famílias e foi o criador de diversos festivais, sendo o maior e mais conhecido o Festival Internacional do Conto de Los Silos, que já conta com vinte edições e é um importante acontecimento que reúne narradores, escritores, ilustradores e teóricos numa grande festa literária.

Diretor de revistas sobre livros e leitura e  criador da editorial Diego Pun Edições, tem dedicado à sua carreira e vida à promoção da leitura e da palavra.

 

       

NOITE DE CONTOS
27 Agosto | 21h30
Auditório do Coreto

Luís Carmelo
Martha Escudero (em castelhano) (MX)
Patrícia Amaral (PT)
Ernesto Rodriguez Abad (em castelhano) (SP)
Fernando Pardal e Serafim (PT)
Tradução em Língua Gestual Portuguesa
com Tânia Costa e Tânia Lopes

 

Nota Biográfica

Com o nome artístico Fernando Pardal, editei o meu primeiro CD de originais com o selo da Farol em 1998. Ao longo do meu percurso integrei vários projetos e em 2009 fui o autor do Hino da Campanha Pirilampo Mágico. Durante esta bonita viagem pela música, ao todo editei 4 CD’s de originais em nome próprio.

Ter a oportunidade de trabalhar com o Jorge Serafim neste contexto de estórias e canções, foi a cereja no topo do bolo

 

     

OFICINAS
28 Agosto | 10h00 - 13H00
Casa do Salvador, sede Associação SIM

Seguindo o rasto do lobo: oficina de literatura e escrita criativa
Ver +

 Nota Biográfica

Desenvolve actividade teatral enquanto dramaturga, encenadora e performer no âmbito da estrutura arte pública, em Beja, construindo objectos performativos que se destacam pela sua diversidade cénica: Teatro, Teatro Musical e Performances multidisciplinares (Poesia/Cinema/ Música).

Enquanto pedagoga, a sua acção tem abrangido a formação inicial, pós-graduações e oficinas nas áreas do Teatro, Performance, Literatura e Literacias, Pedagogia da Criatividade e Igualdade de Género.

 

     

HISTÓRIAS DE CORDEL
26 Agosto | 17h30
A andarilhar pelo Jardim Público
O cortejo e o cordel

ATIVIDADES PARA PAIS E FILHOS
27 Agosto | 11h00
Canteiro junto ao Parque Infantil
Cordel para crianças

HISTÓRIAS DE CORDEL
27 Agosto | 18h00
Junto à Feira de Livreiros
Caminhos do cordel

 Nota Biográfica

“Depois das Cinco” é um grupo multidisciplinar que abrange áreas culturais como teatro, música, cultura popular e o audiovisual.

O grupo destaca-se pela diversidade de performances: da Literatura de Cordel encenada ao rock, com espetáculos para adultos e crianças, para sorrir, brincar, dançar e para se emocionar. O trabalho premiado com a Literatura de Cordel foi onde tudo começou.

Convidamos-vos a conhecerem esse universo encantado cheio de ritmos, personagens incríveis e contos da cultura popular. 

 

       

CONFERÊNCIA
28 Agosto | 16H00
Auditório do Coreto

À conversa...sobre a infância e a leitura
Joana Lopes (PT)
Maria do Sameiro Pedro (PT)
Diana Maria Martins (PT)
Moderação: Maria Rita Vieira Pimenta (PT)

 

Nota Biográfica

Joana M. Lopes nasceu em 1984.

Em 2014 publicou o seu primeiro livro, «De onde vêm as bruxas?» (galardoado com o Prémio de Literatura Infantil do Pingo Doce). Nos anos seguintes participou em várias antologias de contos e poesia e lançou mais de uma dezena de obras no âmbito da literatura infantil, das quais se destacam: «O que tem a barriga da mãe?»; «Corações aos Milhões» (premiado com o selo Cátedra da Literatura da UNESCO, no Brasil); «Manuel, o menino com asas de livros» (Plano Nacional de Leitura); «Cabeça de Andorinha» (adaptação televisiva no programa Histórias à solta e seleccionado para adaptação em Língua Gestual Portuguesa, no contexto do projecto de leitura inclusiva Desculpas para ler); «Quando estou feliz/ Quando estou triste» (Plano Nacional de Leitura); «O bando do mar» e «Um abraço de estrela». Em 2018 estreia-se como romancista, com «A vida de um homem que perseguia poemas», e dois anos mais tarde lança o segundo romance, «A chama de Adrião Blávio». Em 2021, ao lado de Afonso Cruz, escreve a peça de teatro «Blind Date», que estreou no Centro Cultural da Malposta em Novembro desse ano.

Além de escrever, é mediadora cultural e artista plástica.

 

 

EXPOSIÇÃO
Centro Unesco | Sala de Exposições
Inauguração: 25 de Agosto | 19h00

Ruralidades
de Jorge Bacelar
Entre 25 de Agosto e 24 de Setembro


CONFEÊNCIA
27 Agosto | 11h00
Auditório do coreto 


Ruralidade e Oralidades
Jorge Bacelar (PT)
José Barbieri (PT)
Moderação: Bru Junça (PT)


Nota Biográfica

Jorge Bacelar nasceu em Figueira de Castelo Rodrigo. É médico veterinário há mais de 20 anos, exercendo a sua profissão na região de Aveiro. Despertou para a fotografia há oito anos. Começou pelas paisagens e depois mergulhou no mundo rural, fotografando a gente que vive da terra, no seu próprio meio, principalmente oriunda da Murtosa, de Estarreja, de Albergaria-a-Velha e de Figueira de Castelo Rodrigo. Rostos, expressões e poses, com os animais e os produtos da terra a completarem o retrato. Pessoas que já o conhecem por causa do seu trabalho como médico veterinário, facilitando e confiando na sua missão de fotografar: “Gostam do resultado final, sentem-se felizes ao ver as fotos”, afirma Jorge Bacelar. Tendo o privilégiode conhecer o mundo rural e conviver com pessoas que muito admira, encontrou na fotografia uma forma de enaltecer e perpetuar a imagem dos agricultores, com quem tem uma relação familiar, de grande amizade e respeito.

Sem iluminação e sem artifícios, usa a sua lente – a proximidade com as pessoas – para obter as imagens, num cenário tão realista quanto o possível.  

Tem recebido importantes prémios e distinções pelo seu trabalho fotográfico.

É frequentemente participar em exposições individuais e em programas televisivos culturais para falar do seu trabalho fotográfico.

 

        

CONFERÊNCIA
26 Agosto | 11h00
Auditório do coreto


Ruralidade e Oralidades
Jorge Bacelar (PT)
José Barbieri (PT)
Moderação: 
Bru Junça (PT)


Nota Biográfica

Diretor do e-Museu MEMORIAMEDIA, que se dedica ao registo vídeo e inventariação de manifestações associadas ao Património Cultural Imaterial e divulgação web de conteúdos relacionados. Interessa-se pelo estudo do potencial dos sistemas de divulgação do conhecimento baseados em software open source (públicos).

Diretor artístico do projeto LU.GAR.TERRITÓRIOS CULTURAIS, que se propõe mapear territórios culturais e inscrever novas narrativas que reinterpretem as memórias do lugar criando novas vivências utilizando discursos e percursos artísticos.

 

         

CONFERÊNCIA
28 Agosto | 16H00
Auditório do Coreto

À conversa...sobre a infância e a leitura
Joana Lopes (PT)
Maria do Sameiro Pedro (PT)
Diana Maria Martins (PT)
Moderação: Maria Rita Vieira Pimenta (PT)

 

Nota Biográfica

Professora Ajunta do Instituto Politécnico de Beja; licenciada em Línguas e Literaturas Modernas e mestre em Literatura Portuguesa Contemporânea, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

As suas áreas dominantes de trabalho são a literatura infantojuvenil, bem como a literacia e a formação de leitores. Tem trabalhado na formação de Professores do 1º Ciclo do Ensino Básico e de Professores Bibliotecários. Desde 2011, é membro da equipa IPBeja/Rede Internacional de Universidades Leitoras. A partir de 2017, colabora com Plano Nacional de Leitura 2027 e é membro da sua Comissão de Honra.

 

           

ATIVIDADES PARA PAIS E FILHOS
28 Agosto | 17H00
Canteiro junto ao Parque Infantil

Contarolices

Nota Biográfica

Nasceu em Beja, em 1977.  O Alentejo deu-lhe serenidade e o gosto pelo que é simples e pela vida ao ar livre. Dos pais, ficou o gosto pelos livros.

Licenciou-se em Ensino de Física e Química na Faculdade de Ciências, mas o apelo dos livros falou mais alto e neste momento é professora bibliotecária.  A sua paixão são os livros e a mediação de leitura.

Tem dois livros publicados pela editora The Poesta And Dragons Society, Dragão Jeremias sobre um dragão que não desiste dos seu sonhos e Chegou o Dia sobre as aprendizagens realmente importantes e necessárias para sermos felizes.

Com a cabeça sempre cheia de sonhos e há-de realizá-los todos porque, tal como o Jeremias, não desiste. Participar no Palavras Andarilhas era um deles e agora, chegou o dia.

 

      

OFICINA
28 Agosto | 10H00 - 13h00
Seminário Diocesano de Beja

Narração oral e inteligência emocional: histórias para acalmar na hora de...
Ver +

 

Nota Biográfica

Promotora de felicidade e bem-estar, Mariana encontrou nas histórias a melhor forma para comunicar, refletir, motivar e aproximar pessoas.

Com a pós-graduação em inteligência emocional e saúde mental e especialização do Programa MQ- Aprender a Ser Feliz, utiliza as narrativas como ferramenta para ajudar as pessoas a uma descoberta de fora para dentro, onde as experiências de cada cada personagem provocam uma identificação emocional e inspiram uma ação.

"Todos nós temos uma história e tu tens o poder de transformar a tua num final feliz a cada dia"

 

  

CONFERÊNCIA
28 Agosto | 16H00
Auditório do Coreto

À conversa...sobre a infância e a leitura
Joana Lopes (PT)
Maria do Sameiro Pedro (PT)
Diana Maria Martins (PT)
Moderação: Maria Rita Vieira Pimenta (PT)

 

Nota Biográfica

Nasceu em Luanda (Angola) em 1966. É jornalista-copydesk do jornal Público desde 1990. Semanalmente, ao sábado, assina a página Crianças/Guia daquele jornal diário.

Escreve sobre livros para crianças e jovens desde 1997, tendo começado por divulgá-los mensalmente na rubrica Letra Pequena no suplemento Mil Folhas. A rubrica passou depois para uma edição quinzenal na revista Pública e desde Outubro de 2008 transformou-se no blogue Letra Pequena (http://blogues.publico.pt/letrapequena/).

Integra o júri do Prémio Sociedade Portuguesa de Autores de Literatura desde 2009 (excepto no ano de 2013).

Colaborou na edição/revisão de livros com várias editoras portuguesas.

Vive em Setúbal com José Almeida. O filho de ambos, o Artur, já adulto, ajudou-os desde cedo a escolher os livros que fazem sentido em diferentes fases do desenvolvimento das crianças.

 

     

NOITE DE CONTOS
27 Agosto | 21h30
Auditório do Coreto

Luís Carmelo
Martha Escudero (em castelhano) (MX)
Patrícia Amaral (PT)
Ernesto Rodriguez Abad (em castelhano) (SP)
Fernando Pardal e Serafim (PT)
Tradução em Língua Gestual Portuguesa
com Tânia Costa e Tânia Lopes 

Nota Biográfica

Nasci na Cidade do México, filha de mãe mexicana e pai espanhol. Em 1993, refiz o caminho do meu pai e instalei-me em Barcelona.

Em 1994 comecei a contar histórias e não parei mais. Conto histórias tradicionais, adaptações de histórias de autor e algumas histórias de minha autoria. Embora nem todas as histórias do meu repertório sejam mexicanas, todas adquirem aquele caráter que, talvez, se alimente do meu desejo constante: por um tempo, um lugar, uma melodia... um conto para todos os públicos.

Procurando abrir espaços para a narração de histórias em Barcelona, realizei, durante 21 anos, a programação do ciclo de narração de histórias para adultos "Contes i Cuentos". No mesmo espírito, desde 2015, trabalho na programação de temporadas de programas de narração oral no projeto Dit i Dit. Também programei e dirigi as seis edições (2007 - 2012) de "Un Río de Cuentos", Encontro Internacional de Narradores Orais nos Pirineus.

Sou membro fundador da Associação de Narradores e Narradores ANIN e fiz parte do corpo editorial de algumas revistas, escreveu contos e artigos em revistas.

Participei em diferentes festivais, ciclos e maratonas de narração oral em Espanha, Portugal, França, Andorra, Alemanha, Argentina, Colômbia, Brasil e México.

Estou convencido de que a narração oral é uma arte, a arte da relação através da palavra.

 

     

NOITE DE CONTOS
26 Agosto | 21H30
Auditório do Coreto

Priscila Camargo (BR)
Soledad Fellosa (UY)
Cristina Taquelim (PT)
Matia Losego (IT)
Paulo Condessa (PT)
Tradução em Língua Gestual Portuguesa
com Tânia Costa e Tânia Lopes

PAIS E FILHOS
27 Agosto | 10H00
Canteiro junto ao Parque infantil

Contos à procura

Nota Biográfica

Matia Losego é italiano, das Dolomiti. Vive em Lisboa há mais de uma década e tem sotaque.

Encontrou os contos no projeto 'Histórias de Ida e Volta' da Biblioteca Municipal de Oeiras com a desculpa de aprender mais português. Conta para pequenos e famílias em bibliotecas, livrarias e espaços públicos e para malta crescida em festivais e espaços culturais.

Traz sobretudo contos de autor e histórias de vida, mas na verdade conta tudo o que o espanta. Diz que tem contos do bolso e contos da barriga.

 

        

OFICINA
28 Agosto | 10H00 - 13H00
Casa do Salvador, sede Associação SIM

A Mala de Leitura
Ver +

 

Nota Biográfica

Autor da Mala de Leitura, mestre na promoção de leitura, viaja pelo Brasil e por inúmeros países de língua portuguesa. Em Portugal tem trabalhos realizados para a Biblioteca Nacional, Palavras Andarilhas, Beja, Caminhos de Leitura em Pombal, Tábuas de Leitura em Tábua, Rio de Contos, Almada, Read on/ Portugal, Passa a palavra/Oeiras, Maratona de Leitura da Sertã, Maré de Contos de Tavira e em tantos outros municípios e encontros sobre leituras.

A Mala de Leitura e seu autor receberam o Prémio UNESCO de Leitura. 

Maurício Leite, mestre em promoção de leitura. Autor da Mala de Leitura. Trabalha no Brasil e pelos países de língua portuguesa. Atua na criação de políticas públicas de leitura. Organiza encontros, congressos e festivais de literatura infantojuvenil. Recebeu o prêmio UNESCO de leitura.  

 

 

 

                                      

NOITE DE CONTOS
27 Agosto | 21h30
Auditório do Coreto                


Luís Carmelo
Martha Escudero (em castelhano) (MX)
Patrícia Amaral (PT)
Ernesto Rodriguez Abad (em castelhano) (SP)
Fernando Pardal e Serafim (PT)
Tradução em Língua Gestual Portuguesa
com Tânia Costa e Tânia Lopes

                     

OFICINA
28 Agosto | 10h00 -13h00
Seminário Diocesano de Beja

Do fio ao novelo: técnicas de preparação de histórias para a oralidade e outras dicas
Patrícia Amaral (PT)
Ver +

Nota Biográfica

Licenciada em Estudos Portugueses, com especialização em Cultura Portuguesa, foi assistente no Centro de Estudos Ataíde Oliveira, onde recolheu, transcreveu e classificou dezenas de contos tradicionais, acabando por tornar-se, ela própria, narradora.

Fez-se contadora de histórias e percorre o país há, precisamente, vinte anos, contando em escolas, teatros, bibliotecas, festivais... Formadora, encenadora, mediadora cultural e observadora compulsiva do ser humano.

 

       

NOITE DE CONTOS
26 Agosto | 21h30
Auditório do Coreto

Priscila Camargo (BR)
Soledad Fellosa (UY)
Cristina Taquelim (PT)
Matia Losego (IT)
Paulo Condessa (PT)
Tradução em Língua Gestual Portuguesa
com Tânia Costa e Tânia Lopes

 

Nota Biográfica

Fiz carreira no marketing e na publicidade com uma licenciatura em Ciências da Comunicação. Após um ano sabático e duas pós-graduações iniciei nova vida como escritor, poeta, performer. E maestro de palavras ditas. Desenvolvi um protocolo artístico e pedagógico e dei centenas de espectáculos e workshops de leitura criativa por todo o país. Publiquei 10 livros (4 para crianças), 2 peças de "teatro" (1 prémio nacional). Concebo, coreografo e apresento espectáculos poéticos, a solo e em grupo. Crio e oriento programas de "team building" usando a poesia. Formo coros leitores e co-organizo festivais de poesia. 

 

     


OFICINA
27 Agosto | 14H30 - 17H30
Casa do Salvador, sede Associação SIM

A poesia é um corpo que fala: mandalas poéticas para conhecer o ser
Ver +

 

Nota Biográfica

Sandra Guerreiro Dias nasceu em Beja. É doutorada pela Universidade de Coimbra em poesia e performance e tem desenvolvido investigação nestas áreas, no âmbito do grupo de investigação “Mediação Digital e Materialidades da Literatura (Centro de Literatura Portuguesa – UC) e do Arquivo Digital da Poesia Experimental Portuguesa (PO-EX.net).

Entre 2002 e 2016, integrou vários coletivos de poesia, realizando performances experimentais e intervenções poéticas um pouco por todo o país.

Também é docente do ensino superior, orientando, neste contexto, ateliers de escrita criativa. Move-a uma pesquisa permanente entre o corpo e a palavra.

                 

CONFERÊNCIA
27 Agosto | 18h00
Auditório Coreto

Contos: Simbolismos para o século XXI
Ernesto Rodriguez Abad (SP)
Paulo Correia (PT)
Luís Carmelo (PT)
Moderação: Tâmara Bezerra (PT)

       

OFICINA
27 Agosto | 14H30 - 17H30
Seminário Diocesano de Beja

7 Histórias à sombra do cajueiro:
um olhar educativo, estético e
poético sobre as recolhas de histórias orais
 
Ver +   

  

PÔR-DO-SOL DE CONTOS
28 Agosto | 18h00
Auditório do Coreto

Tâmara Bezerra (BR)
Bru Junça (PT)
Bruno Batista (PT)
Tradução em Língua Gestual Portuguesa
com Tânia Costa e Tânia Lopes

 Nota Biográfica

Educadora por formação, artista contadora de histórias por vocação, mãe do Júlio e da Cecília por bondade do Universo e mulher nordestina por muita sorte.

Há mais de 25 anos atua como narradora oral e em outros trabalhos cénicos. A sua trajetória profissional e estética recebem forte influência da poética do sertão do Nordeste brasileiro.

Doutoranda em Educação e Mestre em Educação Intercultural pela Universidade de Lisboa. É membro do grupo de estudos, pesquisas e partilhas com narrativas: Costureiras de Histórias; e associada da Ações & Conexões Associação Cultural, em Portugal.

Além de títulos infantis e infanto-juvenis, possui publicações nas áreas de ludicidade, narração oral de histórias e mediação de leitura.