Site Autárquico de Beja

Monumentos e Museus

MUSEU REGIONAL DE BEJA | MUSEU RAINHA D. LEONOR

MUSEU REGIONAL DE BEJA | MUSEU RAINHA D. LEONOR O espólio do Museu Regional de Beja está instalado no Convento Nossa Sra. da Conceição desde 1927 e foi ampliado com coleções provenientes de outros conventos e palácios da região. Entre o rico acervo do Museu, um dos mais significativos do país, realçamos o núcleo de pintura, composto por obras de mestres portugueses, espanhóis e holandeses, a secção lapidar, a coleção de Ourivesaria, e a secção de Arqueologia, centrada essencialmente no período romano, muito rico nesta região. Pela sua importância salienta-se, na pintura, o conjunto de quadros da ...

Ver mais

NÚCLEO VISIGÓTICO DO MUSEU REGIONAL DE BEJA

NÚCLEO VISIGÓTICO DO MUSEU REGIONAL DE BEJA A coleção visigótica do Museu Regional de Beja, constitui o núcleo de peças desta época mais importante do país, tendo motivado para Beja a designação de “Capital da Arte Visigótica em Portugal”. O espólio foi sendo recolhido ao longo de várias dezenas de anos por diversos especialistas, dos quais é justo destacar o nome do arqueólogo Abel Viana. A instalação deste núcleo na Igreja de Santo Amaro prende-se ao facto de aí se localizar uma das primitivas basílicas paleo-cristãs de Beja, a qual, sofrendo sucessivas alterações ...

Ver mais

NÚCLEO MUSEOLÓGICO DA RUA DO SEMBRANO

NÚCLEO MUSEOLÓGICO DA RUA DO SEMBRANO O Núcleo Museológico da Rua do Sembrano integra um conjunto de estruturas arqueológicas que permitem, apesar de se tratar de uma área restrita no conjunto da estrutura urbana de Beja, entrever alguns momentos da história desta cidade e o modo como o espaço aqui foi evoluindo. As escavações arqueológicas, efetuadas durante as décadas de 80 e 90 do século XX, colocaram a descoberto vestígios que se estendem, cronologicamente, desde a Pré-História até à Época Contemporânea. Os mais antigos, alguns fragmentos cerâmicos, apontam para uma ocupação deste ...

Ver mais

MUSEU JORGE VIEIRA | CASA DAS ARTES

MUSEU JORGE VIEIRA | CASA DAS ARTES Temporáriamente encerrado ao público O Museu Jorge Vieira integra parte do espólio artístico que o escultor Jorge Vieira doou à Câmara Municipal de Beja em 1994. Instalado, desde maio de1995, num edifício do centro histórico da cidade, antiga casa de habitação e, imediatamente antes da sua adaptação a espaço museológico, estabelecimento comercial na área da restauração, o Museu alberga um importante conjunto de esculturas, maquetas e desenhos da autoria de Jorge Vieira, artista plástico que marcou o percurso da arte portuguesa ao longo do século XX. Jorge Ricardo da ...

Ver mais

MUSEU EPISCOPAL DE BEJA

MUSEU EPISCOPAL DE BEJA O Museu Episcopal de Beja foi fundado em 1892, sob a égide de D. António Xavier de Sousa Monteiro, por Monsenhor Amadeu Ruas, para evitar a dispersão das obras de arte pertencentes aos últimos mosteiros e conventos de Beja. Teve a sede no edifício do antigo Paço Episcopal (Colégio de São Francisco Xavier). Nacionalizado em 1911, o seu acervo esteve na origem do Museu Regional, hoje Museu Rainha D. Leonor. Restabelecido em 2004, na Igreja de Nossa Senhora dos Prazeres, como um dos pólos da Rede Museológica Diocesana. ColeçõesPintura, escultura, artes decorativas.DestaqueO conjunto decorativo do interior do monumento, combinando talha ...

Ver mais

MUSEU DO SEMINÁRIO DE BEJA

MUSEU DO SEMINÁRIO DE BEJA O Museu do Seminário de Beja foi fundado em 2005, na sequência de um protocolo entre o Departamento do Património Histórico e Artístico da Diocese de Beja e a Reitoria do Seminário de Beja. É uma das unidades da Rede de Museus da Diocese de Beja. Em 1946, na sequência de uma exposição de arte sacra do Baixo Alentejo, no Seminário de Beja, ganhou força a ideia de se criar um pólo museológico. Mas só em 1967 começaram os trabalhos de recolha de obras de arqueologia e arte sacra. Em 1990, com a incorporação de coleções diversas, o núcleo foi ganhando com realce para a do ...

Ver mais

MUSEU BOTÂNICO

MUSEU BOTÂNICO O Museu Botânico da Escola Superior Agrária de Beja é um centro de cultura científica, vocacionado para a apresentação de exposições temporárias que ilustram a relação milenar estabelecida entre o Homem e as Plantas. O Museu tem como objetivos conservar, estudar e divulgar objetos e conhecimentos provenientes de recolhas e estudos, de botânica económica e de etnobotânica, desenvolvidos em Portugal e no estrangeiro. Através do estudo de objetos manufaturados a partir de plantas, de matérias-primas vegetais e de objetos naturais, o visitante pode redescobrir o engenho do Homem e o poder criativo da Natureza.

Ver mais

HOSPITAL DA MISERICÓDIA | HOSPITAL DE NOSSA SENHORA DA PIEDADE

HOSPITAL DA MISERIDCÓRDIA | HOSPITAL DE NOSSA SENHORA DA PIEDADE Monumento NacionalMandado construir pelo rei D. Manuel, foi um dos primeiros hospitais de estilo manuelino a ser construído em Portugal. Posteriormente, passaria para a Santa Casa da Misericórdia.Destacam-se a fabulosa enfermaria decorada com arcos em ogiva, o claustro, a capela e a pequena farmácia. 

Ver mais

VILLA ROMANA DE PISÕES

VILLA ROMANA DE PISÕES Temporariamente Encerrado | Visitas a Grupos por Marcação Imóvel de Interesse PúblicoA villa romana de Pisões foi acidentalmente descoberta em fevereiro de 1967, no decurso de trabalhos agrícolas, tendo as escavações arqueológicas então iniciadas revelado uma villa de grande interesse do ponto de vista do património histórico. Subsistem, no Alentejo, inúmeros testemunhos arqueológicos destas estruturas agrárias romanas, designadas por villae, que caracterizam um tipo de ocupação e exploração agrícola do território. Nelas, culturas como a da vinha e da oliveira, ...

Ver mais

COLÉGIO DOS JESUÍTAS

COLÉGIO DOS JESUÍTAS Quem entra na cidade de Beja proveniente de Serpa, rapidamente observa este enorme edifício que marca a malha urbana. Iniciaram-se as obras deste colégio no século XVII, mas, em 1759, a ordem jesuíta seria expulsa de Portugal, interrompendo-se a sua construção. Em 1770, por ordem do rei D. José, seria reinstaurado o bispado de Beja, sendo nomeado para este cargo D. Frei Manuel do Cenáculo. Em 1777 recomeçam as obras no sentido de recuperar o conjunto para Paço Episcopal. Com a chegada do novo bispo formou-se um dos mais importantes círculos intelectuais do sul do país. Entre outras atividades por ele desenvolvidas, ...

Ver mais